Pesquisa personalizada

Pesquisar google aqui

26 de janeiro de 2010

62 pessoas mais influentes na internet

User-agent: Mediapartners-Google*
Disallow:

As 62 pessoas mais influentes na internet

Eric Schmidt, Larry Page e Sergey Brin - Executivos do Google
Eric Schmidt, Larry Page e Sergey Brin
O maior e mais usado mecanismo de busca da internet vale 33 bilhões de dólares.
O pequeno projeto que Sergey Brin e Larry Pages elaboraram na faculdade se transformou na casa de máquinas mais comentada do mundo, e um dos poucos nomes que se transformaram em verbo.
Eric Schmidt deixou a Novell para se integrar à mesa diretora do Google em 2001 e logo se tornou o CEO da empresa.
Depois de conquistar o mundo dos anúncios online, a empresa adquiriu o YouTube e marcou um grande passo na direção da completa dominação da rede.
Steve Jobs - CEO da Apple
Steve Jobs
Provavelmente todos já ouviram falar do CEO da Apple, mas quando o apelo de um homem em prol dos direitos livres da música digital reverbera no mundo inteiro, fica difícil ignorar seu poder de influência.
Jobs popularizou os downloads legais de música, filmes e programas de TV, e apesar do iPhone ainda não ser um produto de massa, ele se encaminha para finalmente popularizar a navegação na internet via aparelho móvel.
Bram Cohen - Co-fundador do BitTorrent
Bram Cohen
O BitTorrent, idéia genial do mago da matemática e programador precoce Bram Cohen, foi desenvolvido em 2001 e ganhou popularidade como meio de baixar arquivos grandes, dividindo o trabalho entre o hardware e a banda larga.
A adaptabilidade da tecnologia em lidar com grandes arquivos deixou Cohen com problemas com a Motion Picture Association of America, que ordenou que o BitTorrent retirasse conteúdo protegido de sua rede.
Mas esse empecilho pouco atrapalhou: mais de um terço de todo tráfego na web provém de clientes BitTorrent.
A recentemente lançada BitTorrent Entertainment Network apareceu com milhares de filmes aprovados pela indústria, além de programas de TV, jogos e músicas para venda.
Mike Morhaime - Presidente da Blizzard Entertainment
Mike Morhaime
No universo dos games online, há o World of Warcraft e o resto.
Com oito milhões de jogadores em todo o mundo, a Blizzard fatura cerca de 1,5 bilhão de dólares por ano com o jogo.
Assim como o Second Life, um mundo de negócios se constrói com base no game.
Jimmy Wales - Fundador da Wikipedia
Jimmy Wales
Muitos internautas fazem da enciclopédia virtual Wikipedia a sua principal fonte de pesquisa, e seu conteúdo, gerado por usuários, se tornou tão confiável que a revista Nature a considerou próxima à enciclopédia Britânica, o que causou forte reação desta.
O site foi citado como fonte de informação em mais de 100 decisões dos tribunais americanos desde 2004.
Fenômeno recente, a Wikipedia foi somente o começo para Wales: ele já lançou seu próprio mecanismo de busca, o WikiSeek, que procura somente em sites mencionados na Wikipedia.
John Doerr - Investidor da Kleiner, Perkins, Caulfield & Byers
John Doerr
Ex-vendedor da Intel, John Doerr têm sido o rei do capital de investimento do vale do silício há quase três décadas, com passagens pela Sun Microsystems, Amazon.com e o Google.
Jeff Bezos - personalidade número 24 - descreveu Doerr como o “centro gravitacional da internet”.
Ele também colocou seu dinheiro por trás de suas políticas, apoiando controversas iniciativas eleitorais na Califórnia envolvendo energia alternativa e pesquisa com células-tronco.
Craig Newmark - Fundador do Craigslist
Craig Newmark
Seu site não tem patrocinadores, e cobra pouco para anunciar. Possui um domínio .org e emprega somente 23 pessoas.
Todavia, o Craigslist teve 14,1 milhões de pageviews em dezembro de 2006 e foi o 52º site mais visto daquele mês: a Craigslist se tornou um vício para muitos que, impulsivamente, atualizam a lista ‘coisas gratuitas’ e anúncios pessoais.
O Craiglist, sozinho, deu um enorme baque no negócio de classificados offline. Somente na área da baía de São Francisco (EUA), um estudo mostrou que o site suga até 65 milhões de dólares anuais dos classificados dos jornais locais.
Peter Levinsohn - Presidente da Fox Interactive Media
Peter Levinsohn
A Fox Interactive Media, da News Corporation de Rupert Murdoch, é uma das entidades mais poderosas da rede, controlando 13 sites super acessados, entre eles o MySpace e o FoxNews.com.
Um complemento às propriedades tradicionais da News Corp, essa divisão de internet ficou entre as dez propriedades mais visitadas no mundo em dezembro de 2006.
Marissa Mayer - Vice-presidente para pesquisa de produtos e experiência de usuário da Google
Marissa Mayer
A rainha dos produtos Google fiscaliza a lista de serviços e ferramentas cada vez mais diversificadas do gigante de busca, como o Google Maps, Google Desktop e o serviço e-commerce Google Base.
A primeira dama do Google se juntou à companhia como primeira engenheira mulher, em 1999 e trabalhou no desenvolvimento da interface amigável e minimalista do Google.
Chad Hurley e Steve Chen - Fundadores do YouTube
Chad Hurley e Steve Chen
Apesar da aquisição da empresa por parte do Google, os fundadores do YouTube parecem que irão agitar o mundo um pouco mais. Os reis dos vídeos na internet anunciam planos de pagar aos usuários pelos vídeos. Também fecharam diversas parcerias com grandes donos de conteúdo de mídia (MTV, NBC, Warner Music e outros). O sócio co-fundador Jawed Karim deixou a empresa para continuar um mestrado em ciência da computação na Universidade de Stanford.
Kevin J. Martin - Presidente da Federal Communications Commission (FCC)
Kevin J. Martin
Um dos burocratas mais poderosos da web, Martin tomou as rédeas, em 2005, do FCC, a agência reguladora do setor das comunicações nos Estados Unidos, e até agora ele foi alvo de mínimas controvérsias e nenhum escândalo, muito diferente de seu antecessor Michael Powell.
Mas isso não significa que ele não possa cortar sua conexão de internet se ele realmente assim desejar.
Brad Templeton - Presidente da Electronic Frontier Foundation
Brad Templeton
Quem já se viu em disputas por direito autorais ou de privacidade, sabe que Brad Templetom e a Electronic Frontier Foundation são fundamentais.
Brad defendeu compartilhadores de arquivos processados pela Recording Industry Association of America e registrou queixas contra a América Online por revelar termos buscados pelos assinantes.
A paixão de Templeton pela questão dos direitos autorais e discurso livre não é nova: começou em 1989 quando fundou a ClariNet, uma empresa que, segundo ele mesmo, publicou o “primeiro jornal da internet”.
Henry Chon - CEO do Cyworld
Henry Chon
Não ache que o Cyworld é um Orkut ou MySpace coreano. Ao contrário, o MySpace é que é um Cyworld americano.
Na Coréia do Sul, estima-se que 25% da população tem conta no Cyworld, no qual os indivíduos projetam miniaturas animadas para representá-los num singular espaço online.
Em 2006, Henry Chon trouxe o Cyworld para os EUA.
Shana Fisher - Vice-presidente sênior de estratégia e M&A da IAC/InterActiveCorp
Shana Fisher
O presidente e CEO da IAC/InterActiveCorp, Barry Diller, adora suas empresas online.
Depois de uma temporada de compras, a IAC agora é dona do Ask.com, Citysearch, Expedia, Match.com, Ticketmaster e hospeda outros serviços voltados para os negócios na rede.
Mas quem diz a Diller onde colocar seu dinheiro? Sua conselheira de fusões e aquisições, a vice-presidente Shana Fisher.
Ela é quem determina exatamente onde e quando a IAC deve investir. Seu controle sobre a carteira da IAC a tornou a mulher mais poderosa da internet.
Niklas Zennstrom e Janus Friis - Fundadores do Skype e KaZaA
Niklas Zennstrom e Janus Friis
Primeiro eles construíram a popular rede de compartilhamento KaZaA. Depois mantiveram o ritmo e criaram o famoso software VoIP Skype, recentemente vendido ao por 2,6 bilhões de dólares.
Estão em vias de lançar o Joost, um serviço de distribuição de vídeo atualmente em versão beta privada.
Depois de serem forçados a pagar mais de 100 milhões de dólares relacionados a um processo acerca do KaZaA, eles agora negociam diretamente com os donos do conteúdo para preparar o lançamento oficial do Joost.
Matt Mullenweg - Desenvolvedor do software WordPress
Matt Mullenweg
Esse entusiasta do código livre de 22 anos desenvolveu o WordPress, o software livre de publicação preferido pelos blogueiros do mundo.
Em 2004, o WordPress se tornou tão conhecido que a CNet contratou Mullenweg para trabalhar em outros projetos.
Em 2005 ele se demitiu, mas foi para poder se dedicar em tempo integral ao WordPress, que hoje funciona mais como um sistema de gerenciamento de conteúdo com vários modelos, widgets e plug-ins.
Philip Rosedale - CEO do Linden Lab
Philip Rosedale
Ele pegou o conceito MMORPG (sigla para jogos de RPG online em massa) e o aplicou no destino mais comentado da internet: o Second Life.
Para mais e mais “residentes”, o Second Life se tornou o espaço virtual no qual eles fazem de tudo desde casar até começar seu próprio negócio, que funciona somente dentro do site.
Muitas empresas do mundo real abriram ‘filiais’ no Second Life. De fato, esse universo se tornou tão popular que já surgiram os que se aproveitam do boom.
Jon Lech Johansen - Criador do programa de ‘descriptografia’ DeCSS
Jon Lech Johansen
Mais conhecido como DVD-Jon, Jon Lech é o hacker que quebrou o sistema de criptografia usado em filmes de DVD, permitindo que fossem copiados.
Lançou o programa DeCSS em 2002, quando foi processado.
Absolvido, continuou e violou o DRM (administração de direitos de conteúdo digital) do iTunes, da Apple.
Johansen é visto como o renegado mais temido pela grande mídia.
Jerry Yang, David Filo e Terry Semel - Executivos do Yahoo!
Jerry Yang, David Filo e Terry Semel
Jack Ma - COO do Alibaba.com
Jack Ma
Quer fazer negócios na China sem ter de pegar um avião até Xangai? Tente o Alibaba.com.
Fundado em 1999 por Jack Ma, essa bem sucedida central de negócios é o melhor lugar online para conhecer pessoas e fazer propostas e ofertas.
Em 2005, o Yahoo! fez um investimento multibilionário no Alibaba.com, que agora executa o Yahoo! China.
A aventura tem sido alvo de escândalos recentemente, já que forneceu a informação que levou um jornalista chinês à prisão, sob a acusação de ter vazado segredos de estado. 
Brewster Kahle - Diretor do Internet Archive
Brewster Kahle
Desde 1996, o sem fim lucrativo Internet Archive tem coletado os terabytes de dados que trafegam na net.
Enquanto isso, outro atributo, chamado Wayback Machine, tem cuidadosamente feito cópias dos históricos de rede para lembrar-se de onde nós já navegamos.
Brewster Kahle co-fundou o Internet Archive com o intuito de “preservar nossa herança digital”.
Ray Ozzie - Arquiteto chefe de software da Microsoft
Ray Ozzie
Em 2006, quando Bill Gates abdicou de seu cargo como arquiteto chefe de software na Microsoft depois de 30 anos, a escolha para seu sucessor foi aplaudida: o visionário Ray Ozzie.
O criador do Lotus Notes e do Groove é, agora, encarregado de assegurar a relevância tecnológica da Microsoft em uma era em que a rede tenta até substituir um sistema operacional.
Pioneiro com colaboração por computador, Ozzie parece bem gabaritado para o cargo.
Markos Moulitsas Zuniga - Blogueiro do Daily Kos
Markos Moulitsas Zuniga
A voz mais alta da esquerda na rede, Markos “Kos” Moulitsas é uma usina política.
Seu blog traz comentários de liberais desde Nancy Pelosi até Jimmy Carter.
Kos ainda lançou uma conferência para ativistas políticos.
Apesar de já ter ajudados candidatos ao senado nos EUA, Kos ainda não mostrou intenção de pleitear algum cargo eletivo.
Jeff Bezos - CEO da Amazon.com
Jeff Bezos
Jeff Bezos provou que enviar livros e CDs pelo país era só o primeiro passo.
Logo eram camisetas, brinquedos e ferramentas. E agora, no terceiro round, o executivo se lançou nos serviços web.
Recentemente lançou um novo sistema para desenvolvimento de sites, incluindo serviços de utility computing que possibilita a compra de um tempo de servidor por até 10 centavos de dólar a hora.
Robert Scoble - Vice-presidente de desenvolvimento de mídia, PodTech.net
Robert Scoble
Quando era empregado da Microsoft, ele fez um blog sobre a empresa e revelou o lado humano do império de Redmond: um vislumbre sobre a escura visão do estereótipo de funcionários nerds e tecnologias legais da Microsoft.
Os blogs da empresa se tornaram parte integral da comunicação interna com os usuários.
Em 2006, Scoble deixou a empresa e foi para a PodTech.net, onde seus podcasts em vídeo mostram entrevistas com entendidos de tecnologia e outros figurões.
John Battelle - Presidente da Federated Media Publishing
John Battelle
Fundou o que alguns chamam de Vanity Fair e People Magazine da era da Internet: a Wired Magazine e The Industry Standard.
Sua empreitada mais recente, a Federated Media Publishing, representa a A-list do conteúdo online: os mais de 50 sites eleitos incluem o 43 Folders, Ars Technica, BoingBoing e TechCrunch.
Seu livro, lançando em 2005, "The Search: How Google and Its Rivals Rewrote the Rules of Business and Transformed Our Culture", e seu blog, Searchblog, são leitura obrigatória para qualquer um que queira entender o mundo da tecnologia.
Lawrence Lessig - CEO da Creative Commons

Conhecido como o “Elvis das Cyberleis”, Lawrence Lessig é professor na escola de direito da Universidade de Stanford e fundador da Creative Commons, que promove um sistema de licenciamento gratuito, mas irrevogável, para trabalhos online.
Projetado para habilitar detentores de direitos autorais a compartilhar conteúdo e ainda controlá-lo, a licença CC permite que o detentor do direito autoral estabeleça as condições que irão envolver a distribuição de seu trabalho.
Um acervo de mídia licenciada pela CC é armazenado e disponível na página de busca Creative Commons Search.
Meg Whitman - CEO o eBay
Meg Whitman
Não há nada que não seja vendido no eBay. Seja o procurado Nintendo Wii ou raros bonecos do Thundercats, todo mundo já buscou alguma coisa neste site de leilões, ao qual o MercadoLivre é associado.
Meg Whitman também é chefe do maior sistema de pagamento online, o PayPal, e a nova dona do sistema VoIP mais popular do mundo, o Skype.
Ron Wyden - Senador dos EUA, pelo Estado de Oregon
Ron Wyden
Este senador democrata é conhecido como uma das vozes mais influentes no Capitólio sobre questões de tecnologia.
Durante seu mandato, Wyden foi autor e co-autor da lei de mobilização tecnológica de emergência, da lei de desenvolvimento e pesquisa em segurança e da controversa lei CAN-SPAM.
Recentemente Wyden apresentou um projeto de lei chamado Lei Indiscriminatória da Internet, que deve evitar que companhias de telecomunicações cobrem por entregar conteúdo mais rapidamente (neutralidade da rede).
Michael Arrington - Blogueiro/publisher do TechCrunch
Michael Arrington
Empresário e ex-procurador que co-fundou a resposta do Canadá ao Netflix (Zip.ca), em 2005, Arrington voltou suas atenções para a web, blogando sobre iniciativas na rede.
Da noite para o dia, ele se tornou uma sensação, obtendo um tipo de atenção por parte de pretensas futuras empresas de internet que normalmente só alguém do gabarito de Gates e Jobs conseguiriam.
Com as propriedades TechCrunch se estendendo pelos seis domínios, Arrington é sem dúvida o blogueiro de tecnologia mais poderoso em atividade.
Bruce Schneier - Criptógrafo
Bruce Schneier
Seja sobre procedimentos de segurança ou sobre as garantias de uma senha de 12 caracteres, Bruce Schneier é o homem que faz as reflexões mais lúcidas e mais influentes sobre segurança computacional.
Os textos recentes de Schneier sobre problemas de segurança associados à guerra contra o terrorismo são leituras obrigatórias.
Kevin Rose - Fundador do Digg
Kevin Rose
O ex-hospedeiro do TechTV fundou o Digg.com em 2004, trazendo o poder das redes sociais às notícias.
O algoritmo do Digg permite aos usuários submeter suas notícias favoritas e dar seu voto.
A expansão do Digg para além das notícias de tecnologia em junho de 2006 o colocou na capa da BusinessWeek, junto com seus 60 milhões de dólares conquistados em 18 meses.
David Farber - Fundador da Interesting-People.org
David Farber
Desde o início dos anos 1990, David Farber executa a mala direta do Interesting-People.
Começou com uma pequena lista de e-mail para amigos e colegas até se tornor a mãe de todas as malas diretas online.
Atualmente Faber é professor de ciências da computação e políticas públicas na Universidade Carnegie Mellon.
Antes já havia sido tecnologista chefe da Federal Communications Commission, a Anatel dos Estados Unidos.
John Hinderaker, Scott Johnson e Paul Mirengoff - Criadores do PowerLine
John Hinderaker, Scott Johnson e Paul Mirengoff
Candidatos não podem mais ignorar os blogs de política, e o PowerLine está entre os blogs mais influentes do ramo.
Essa tríade de neoconservadores ganhou seu momento durante o “RatherGate”, o escândalo envolvendo documentos mostrados por Dan Rather que provariam as irregularidades acerca da ida de Bush à Guarda Nacional em vez do exército.
Inicialmente a CBS e Rather criticaram os blogueiros PowerLine mas, no fim, a CBS assumiu a farsa e Rather se despediu. 
Vinton G. Cerf - Presidente do ICANN Board of Directors, e vice-presidente e evangelista chefe de internet, Google
Vinton G. Cerf
Um dos pais da internet. Muitos de seus trabalhos ocorreram nos anos 1970 e início dos 1980, época em que era funcionário da DARPA (agência de projetos de pesquisa avançada do departamento de defesa dos EUA).
Em 2005, Cerf e Robert Kahn receberam a medalha presidencial da liberdade por seus serviços prestados; no mesmo ano, ele se tornou vice-presidente e evangelista chefe de internet do Google.
Forte defensor da neutralidade da rede, ele também tem trabalhado com o laboratório de propulsão da NASA para criação da internet interplanetária.
Tim O'Reilly - Fundador e CEO da O'Reilly Media
Tim O'Reilly
Foi O’Reilly que cunhou a frase “Web 2.0”, e continua a organizar (junto com John Batelle) a conferência Web 2.0 Summit.
Este publisher, vindo de Harvard, apóia sua fundação em manuais de computadores. Mas sua empresa cresceu para incorporar novas mídias – blogs, podcasts e notícias online.
Drew Curtis - Fundador do Fark.com
Drew Curtis
O Fark.com invoca toda sua leva de usuários e comentaristas a participar de discussões brutais que por si só já renderiam uma nova notícia.
O site ganhou mais um momento de notoriedade com a manchete da morte de Anna Nicole Smith; a Reuters e outras agências de notícias imediatamente correram atrás.
A empresa ainda é basicamente tocada por um homem: seu fundador Drew Curtis.
Em janeiro, ele lançou a FarkTV no site de comédia SuperDeluxe. Em maio, chega o seu livro sobre como a grande mídia tenta propagar besteiras.
Gabe Rivera - Criador do Techmeme
Gabe Rivera
Gabe Rivera criou um poderoso algoritmo de análise de conteúdo que faz scan de notícias da grande mídia e de blogs, identifica as histórias importantes e as organiza em blocos para leitura.
O objetivo: encontrar as melhores histórias para o usuário. Eis o motivo pelo qual blogueiros influentes e formadores de opinião consideram o Techeme obrigatório.
O Digg classifica as histórias por voto, o Slashshot por opinião editorial, a tecnologia Techeme pode provar ser a forma mais poderosa de armar o poder investigativo da blogosfera.
Dave Winer - Blogueiro e criador do RSS 2.0
Dave Winer
Se você fica a maior parte do tempo ocupado com os podcasts, agradeça à Dave Winer. Ele foi um dos inventores do serviço – e um dos primeiros blogueiros.
Winer começou com o blog Scripting News em 1997. Ele também é co-autor do protocolo SOAP, um elemento instrumental em serviços de web independentes de sistemas operacionais.
No entanto, seu trabalho em RSS foi o que lhe rendeu fama. Sua capacidade de persuadir o New York Times a usar RSS e seu trabalho em fazer o SOAP suportar arquivos de mídia (nascia assim o podcast), o tornam o pai da moderna distribuição de conteúdo.
Mike Schroepfer - Vice-presidente de engenharia da Mozilla
Mike Schroepfer
Na guerra dos browsers, Mike Schroepfer é um general de cinco estrelas que lidera o exército descentralizado, porém massivo, do código livre.
A missão: melhorar o que é considerado o melhor navegador de internet do planeta, o Firefox.
A natureza de código livre do Firefox permite um ciclo de desenvolvimento mais rápido para incorporação de novos atributos e reparos de segurança.
A prova é que o Internet Explorer 7 copia muitas características de sucesso no Firefox.
Perez Hilton - Blogueiro de Hollywood
Perez Hilton
Seu nome verdadeiro é Mario Lavandeira, mas com a alcunha de Hilton ele mudou a cara do jornalismo de celebridades.
Seu site oferece acesso ininterrupto a fofocas e fotos de celebridades internacionais, o que o envolveu numa batalha legal com a agência fotográfica X17, que o acusa de usar fotos protegidas por direito autoral sem permissão.
Ele alega que colocar fotos em seu site é legal, pois reúne somente as imagens que rendem notícias.
A ação de 7,6 milhões de dólares deve ter efeitos duradouros em como os blogueiros usam as fotos digitais online.
Paul Graham, Trevor Blackwell, Jessica Livingston e Robert Morris- Fundadores do Y Combinator
Paul Graham, Trevor Blackwell, Jessica Livingston e Robert Morris
Em vez de torrar muito dinheiro numa grande empresa que pode no futuro se tornar o novo Google, empresas de investimento como a Y Combinator aplicam pequenas somas de dinheiro em potenciais mini-Googles.
O Y Combinator custeia despesas de até 20 mil dólares para que desenvolvedores trabalhem em projetos que rendam lucro. Em troca, o Y Combinator pede de dois a dez por cento das ações da empresa.
Mikko H. Hypponen - Diretor de pesquisa de antivírus da F-Secure
Mikko H. Hypponen
O blog de segurança da F-Secure, feito por Mikko Hypponen, conta com milhões de pageviews ao dia: é uma das paradas obrigatórias para atualização sobre as últimas ameaças da rede.
Rob Malda - Fundador do Slashdot.org
Rob Malda
Em 1997, Rob Malda criou o Slashdot, o blog original que priorizava conteúdo discutido em posts por leitores.
De fato, as notícias e histórias só servem de ponto de partida para comentários e discussões.
Mesmo quem prefira o Digg, Techeme, TEchnorati ou outros blogs de agregação, é melhor não se esquecer de que tudo começou com o Slashdot. 
Nick Denton - Fundador da Gawker Media
Nick Denton
O império de blog de Nick Denton é tão influente que um usuário pode passar por qualquer uma de suas 15 ‘propriedades’ todo dia, navegando de um ponto a outro na rede.
Inquestionavelmente, é a rede de blogs independentes de mais sucesso, com um leque de especializações desde a indústria automobilística até tecnologia cinematográfica.
Sir Tim Berners-Lee - Diretor da World Wide Web Consortium (W3C)
Sir Tim Berners-Lee
O que você faz depois de inventar a World Wide Web e dá-la de graça? Começa uma consultoria para torná-la melhor.
Esse cientista britânico projetou o primeiro browser, editor e linguagem de protocolo (http) enquanto trabalhava como cientista na CERN (pesquisas nucleares na Europa). E fundou a W3C em 1994.
Leo Laporte - Criador do podcast This Week in Tech (TWiT)
Leo Laporte
Nos últimos 15 anos, esse homem criou, apresentou e escreveu programas de rádio e televisão. O mais conhecido era o Screen Savers na TechTV.
Seu estilo conseguia passar a idéia de que o mundo da tecnologia poderia ser divertido.
Sua empreitada mais recente é a rede de podcasts TWiT.tv, uma empresa que reúne um pouco do antigo time da TechTV e os coloca para trabalhar na criação de dúzias de podcasts.
Mohammed e Omar Fadhil - Blogueiros de voz do Iraque
Mohammed e Omar Fadhil
O que não falta na internet e no mundo são opiniões a respeito da guerra no Iraque. Mas os irmãos Fadhil trazem uma perspectiva que outros não seriam capazes: eles são iraquianos residentes em Bagdá.
Não é possível ler os posts dos Fadhil, no Iraq The Model sem adquirir um profundo conhecimento da guerra e suas implicações e conseqüências.
Os irmãos preservam a imagem, pois recebem constantes ameaças das milícias radicais. Mas, não há exemplo melhor de como o jornalismo cidadão está transformando o mundo.
Jesse James Garrett - Presidente da Adaptive Path
Jesse James Garrett
Garret não inventou o Ajax, mas o Ajax não decolou até ele identificar e nomeá-lo num ensaio.
Garret continua como um dos defensores mais eloqüentes das inovadoras e eficazes técnicas usadas em muitos dos melhores serviços e sites da web 2.0.
Tila Tequila - Personalidade do MySpace
Tila Tequila
Ela provou que as amizades em sites de relacionamento podem gerar fama, poder e riqueza: de fato, Tequila redefiniu a palavra “amigo”.
Apesar do que você possa achar dela e de seus talentos, ela certamente poderia ensinar em cursos sobre a economia da rede.
Ela já posou para revistas, tem um pequeno papel no novo filme de Adam Sandler, e o MySpace dela ostenta mais de 56 milhões de pageviews e 1.734.374 comentários.
Fonte: ww.nautilus.com.br